Como marcar os tecidos antes de cortá-los


Atualmente existe no mercado uma infinidade de opções para marcar os seus tecidos, e cada pessoa parece ter o seu objeto favorito. É importante testá-los antes em um pequeno pedaço de tecido para saber qual deles você prefere e ter a certeza de que a marca pode ser removida depois. 
Vamos dar uma olhada em algumas opções e ver qual deles melhor lhe agrada.
Imagem

Opções de Ferramentas

1. Giz com uma capa de proteção -- Este é um simples giz de alfaiate com uma capa de proteção que serve para você não sujar os dedos enquanto trabalha. Você também pode escolher a cor do giz que melhor aparecerá no seu tecido. O giz funciona melhor para marcar pequenos traços, tais como: o lugar de um botão, pontos ou marcas de centralização.
2. Caneta de marcação lavável -- Existem diferentes cores disponíveis e os preços também variam bastante, o que as tornam uma boa opção para serem usadas. Elas são de fácil uso, não costumam borrar e saem facilmente com água.
3. Giz de alfaiate -- Eles são mais bem compactados comparados ao giz comum, então isso faz com que eles não despedacem ou soltem farelos enquanto são usados sobre o tecido. Eles também saem com facilidade quando o trabalho está finalizado.
4. Giz de lousa -- Você também pode usar giz comum (aqueles usados em escolas) para marcar os seus tecidos. A vantagem deles é que estão disponíveis em diversas cores e são muito baratos. A desvantagem é que ele precisa ser "apontado" com frequência para que você tenha uma linha fina, e ele esfarela facilmente também.
Imagem
5. Sabonete -- Um objeto de marcação que você facilmente terá em casa é o sabonete. Você pode guardar aqueles pequenos pedaços de sabonete que costumam sobrar ou aqueles disponíveis em hotéis para usá-los nos seus tecidos.
6. Lápis preto -- Eu costumo usar muito o lápis preto 6B. Porém, é necessário tomar o cuidado de usá-lo somente em marcações feitas no lado avesso do tecido.
7. Caneta fantasma -- Já ouvi falar muito desta caneta, mas ainda não usei. Ela é chamada de caneta fantasma porque some com o calor do ferro de passar roupas. Acredito que ela seja muito prática. Os preços também variam de marca para marca e há uma infinidade de cores disponíveis.

Você pode escolher o objeto que melhor lhe agrada e que se encaixa no seu bolso, mas NUNCA use caneta comum em seus tecidos, isso pode arruinar o seu trabalho e deixá-lo com um aspecto desleixado.

Como remover chiclete que grudou na roupa


Como dizem por aí: "quem é vivo sempre aparece!" E eu reapareci!!!! Andei sumida por pura preguiça e falta de ideias para escrever. Agora passeando por aqui percebi que meu blog estava até meio "empoeiradinho". Sumi também para tirar um descanso e tentar organizar a vida. Comecei a trabalhar (sim, porque eu "ainda" não vivo somente dos meus artesanatos) e tudo acabou acumulando com as tarefas da casa e as fofurices dos tecidos. Sem contar os dias em que eu realmente não queria fazer nada. Agora que estou de férias decidi me dedicar mais ao blog e as costurices. 

Está bem, mas agora vamos deixar essa conversa de lado e vamos ao que realmente importa.

Chiclete grudado na roupa!!!
{Foto}
Outro dia o meu marido sentou acidentalmente sobre um chiclete, e isso aconteceu justamente com uma de suas calças jeans novinhas e tudo para a minha chateação ser ainda maior. O chiclete ficou extremamente grudado e todo esparramado na calça. Eu não tinha a menor ideia de como iria removê-lo! E eis que surge a internet para me auxiliar.

Descobri que bastam duas coisas bem simples para fazer a remoção: VINAGRE E UM PANO DE LIMPEZA.

Basta aquecer o vinagre até que ele fique bem quente. Eu fiz isso no microondas mesmo. Depois despeje o produto sobre o local onde o chiclete é visível e espere uns dois minutos. Em seguida, esfregue o pano úmido sobre toda a extensão onde o chiclete está grudado até que ele seja completamente removido. O pano precisará ser jogado fora porque o chiclete gruda nele todo, então faça isso utilizando um pano de limpeza velho. Por último lave a roupa para remover o cheiro do vinagre.

Tudo muito simples e rápido de fazer.

Loja Virtual


Já faz um tempão que venho ensaiando este anúncio público, mas creio que agora seja o tempo certo de fazê-lo. Sim, sim, agora o Ateliê Nani Mimos e Arte tem uma loja virtual!!! Uhuuulll!!
Clique na imagem acima para ser direcionada para a loja
Na verdade a loja já consta no blog há alguns meses, porém ainda não havia sido divulgada. Eu ainda não tenho muita mercadoria a pronta entrega, mas nada impede que você também faça o seu pedido caso o que você queira não esteja disponível, basta entrar em contato através do nosso e-mail. 

Ah, você também pode indicar a loja para as suas amigas e assim deixar o meu coração mais alegre :)

Aqui vai uma pequena amostra do que está por lá, caso você tenha com uma pontinha de curiosidade.

Um lindo jogo americano dupla face.
Ele foi fabricado com a mescla de um tecido importado e um nacional.

Gostaria de tê-lo em sua mesa? Então passe lá na loja porque a quantidade é limitada.

Como costurar cantos perfeitos?


Outro dia eu queria muito fazer alguns guardanapos de tecido, simplesmente porque eu os considero lindos e de fina apresentação. Eles são maravilhosos principalmente quando você quer uma mesa bem posta para os amigos, ou gostaria de fazer um jantar especial para o seu amor.
Fonte
Só que me peguei em um dilema que talvez você também tenha: como costurar um canto perfeito? Sim, porque eu não gosto de algo como aparece na foto abaixo:
Fonte
Ah não, acho que fica uma costura grosseira e de má apresentação.

Certo, mas como fazer? Daí, saí em busca de alguns tutoriais e achei algumas ideias incríveis e vim aqui compartilhar a que mais me agradou. Aproveite a dica e faça os seus guardanapos também!

Tudo o que você precisa é riscar duas linha,s ou então, você pode marcá-las com o auxílio do ferro de passar. Estas linhas servirão apenas de guia para a dobra que será feita posteriormente no tecido. Em seguida corte a ponta de maneira que após dobrá-la ela ainda alcance a segunda marca feita, como aparece na foto abaixo.
Fonte
 Agora chegou a hora de dobrar as extremidades e alfinetá-las.
Fonte
 Não esqueça de também alfinetar as pontas para que fique mais fácil na hora de passar a costura.
Fonte
 A ponta do seu guardanapo ficará deste jeito! Linda não?
Fonte
Agora chegou a hora de arrumar a mesa e esperar os elogios. 
Para mais inspirações basta continuar olhando os exemplos a seguir.
Fonte
 


 


Fotos extraídas DAQUI.

Não despreze os humildes começos


Eu tenho a ligeira impressão que os dias não passam... na verdade eles voam! Sim, é esta a sensação que eu tenho! E infelizmente eu somente me dou conta disso quando venho aqui verificar quando foi a minha última postagem... ops, já faz algum tempinho

Desde que voltei para o Brasil eu tenho tentado correr atrás do tempo que perdi longe dos meus queridos artesanatos. Eu tenho procurado fazer uma reciclagem e ir atrás do que há de novo no mercado e o que as pessoas tem buscado. Porém, nem tudo é tão fácil e simples como parece ser. Para entrar ou voltar no ramo é necessário ter um mínimo de organização, tempo e din-din (dinheiro na linguagem das minhas sobrinhas). Acredito que tempo e organização andam de mãos dadas e um acaba dependendo do outro. Também, se um falha, o outro acaba sofrendo. Confesso que essas duas partes tem sido um tanto quanto difíceis para mim. Antes eu tinha um outro tipo de trabalho, tinha uma agenda e sabia exatamente o que fazer e quando fazê-lo... meu tempo era muito bem organizado. Já de volta ao Brasil eu nem sei onde a minha agenda está - isso é verdade, fui procurá-la hoje e não a encontrei... ops! A minha vida tem sido outra e percebo que aqui preciso de muito mais jogo de cintura e flexibilidade. Algumas vezes me aborreço com isso, principalmente quando visitas inesperadas chegam em casa quando na verdade o que eu queria era costurar a tarde inteira, ou quando acaba uma simples fita de cetim e eu tenho quase que atravessar para o outro lado de Minas - claro que estou exagerando - já que onde moro fica longe de tudo, daí para voltar é outra luta, porque os horários de ônibus são um pouco complicados. Entendam, eu não quero reclamar da minha vida ou abrir aqui uma postagem de lamúrias, porque na verdade estou muito feliz de estar de volta no Brasil, estou amando o lugar onde moro e realizada com os meus artesanatos. A minha intenção com esta postagem é de somente compartilhar o outro lado da moeda, já que não vemos nada disso acontecer com aquelas artesãs famosas. Claro que não vemos e nem veremos, afinal elas tem diversas pessoas que trabalham para elas e nós somos apenas uma pessoa tentando dar início ao nosso "businnes". Quem sabe um dia chegaremos no patamar de alguma delas, mas para isso teremos que trabalhar duro no início. E como o meu marido costuma dizer: "não despreze os humildes começos".
Fonte
Certo, mas tirando todo o corre-corre destes dias, o que tem acontecido por aqui? Eu tenho tentado organizar um negócio, ou melhor, tenho tentado formalizar o meu negócio... sabe aquele negócio de ter um CNPJ e coisa e tal? Então, é o que tenho procurado fazer. Isso envolve a ajuda de algumas pessoas, além é claro da organização de uma loja virtual que você já pode verificar clicando AQUI. A loja ainda está beeeem no início e logo terá mais novidades. Sinta-se à vontade para compartilhar com seus amigos. Ficarei imensamente grata em ter os meus trabalhos indicados para outras pessoas. Além disso, também tenho organizado coisas como: etiquetas, embalagens, tags etc. Nada disso é fácil... tudo custa caro, mas tenho me divertido com essas coisas e tenho procurado usar a criatividade, principalmente quando não encontro o que gostaria ou quando a verba é curta para tal. 
Fonte
Por hoje é só, afinal a pessoa aqui precisa dormir para poder estar em pé logo cedo e pronta para criar fofuras para a loja. Beijos!!!

"Consagre ao Senhor tudo o que você faz, e os seus planos serão bem-sucedidos." (Provérbios 16:3)   

Tornando os sonhos realidade


Eu sumi! Sim, eu sei que sumi! Primeiro foi o terremoto (literalmente) que passou pela minha vida. Não acredita? Então leia esta postagem aqui. Depois mudança para organizar e não me refiro a qualquer uma, digo mudar de um país para o outro. Sentiu o drama? Daí chegamos ao Brasil, passamos um tempo com as nossas famílias, conhecemos quatro das cinco sobrinhas que ainda não conhecíamos, revimos alguns amigos (ainda faltam muitos deles, mas eles estão em nossa lista) e nesse meio tempo carregando malas, muitas delas de um lado para o outro até que o nosso coração, o físico e a mente já não aguentavam mais e pediam o nosso cantinho. Daí lá fomos nós em busca da nossa casa que será mais uma vez temporária porque no próximo ano mudaremos novamente. Eis que finalmente achamos o nosso canto. Uma casa aconchegante e que aos poucos está virando um lar. Aqui é onde podemos descansar e é o local onde finalmente o meu sonho de alguns anos está virando realidade. 

Já faz algum tempo que venho amadurecendo a ideia de ter um ateliê só meu, um lugar onde poderei colocar a criatividade para funcionar e agora também poderei vender o que crio. Sim minha gente, agora eu terei uma lojinha virtual... ebaaaa! Ela ainda está em fase de criação e além disso também tenho cuidado do lado burocrático dela porque quero ter algo correto. Bom, mas eu vou contanto aqui algumas coisas que poderão acontecer nos próximos dias enquanto a loja e os produtos não ficam prontos.

Aqui vai uma das partes que mais tenho gostado do meu ateliê, claro que isso vem depois e bem depois da linda máquina de costura que ganhei de presente da mamys (eu voltarei para falar disso depois, aguardem!) . Vejam os tecidos que comprei... isso é apenas o começo de tudo, se Deus assim permitir.
Porém aqui não vivemos somente de tecidos e de costurices... afinal nós também comemos!

Hoje eu estava com uma vontade de comer bolo de fubá, mas não era qualquer um, o que eu queria precisava ter aquele creme no meio... hehehe... e lá fui eu pesquisar na internet e vejam o resultado.
Um delicioso bolo de fubá cremoso que foi saboreado com um cafézinho na companhia do maridão.
Uma boa semana para todas vocês!

"Muitos são os planos no coração do homem, mas o que prevalece é o propósito do Senhor". (Provérbios 19:21)

Sorria, você tem vida!


Eu já estava sentindo falta de postar por aqui. Estava com saudade de compartilhar coisas do cotidiano, ideias e até desabafos com vocês. Na verdade eu tenho um motivo muito forte para não ter aparecido por aqui nas últimas semanas. Eu fui fortemente sacudida por um terremoto... um não, quero dizer dois... sim, dois fortes terremotos seguidos por mais de outros duzentos menores. Não estou exagerando nos números, foi isso mesmo! Acha que estou brincando? Não, eu não estou! Como algumas de vocês sabem, eu morava no Nepal e vivia uma história de amor e desafetos com aquela nação. Haviam dias que eu amava tudo sobre aquele país... já em outros eu queria simplesmente sair correndo. Porém o dia 25 de Abril me fez ver aquele povo de uma maneira que nunca antes havia observado, também me mostrou a vida de uma outra forma e hoje eu a valorizo muito mais. Eu não quero dar os detalhes de como foi a experiência traumatizando com o primeiro grande terremoto (porque já havia experimentado outros menores antes) em toda a minha vida, nem tão pouco da tristeza de ver tudo destruído, nem da tristeza que compartilhei com aqueles que perderam tudo o que tinham mais os seus familiares e amigos. Eu quero compartilhar da resiliência de um povo que embora muito sofrido e marcado pela miséria ainda encontra razões para sorrir e continuar em frente. Quero aprender com aqueles que tendo tão pouco não dispensam a chance de compartilhar o que tem com aqueles que não tem absolutamente nada. Eu nunca esquecerei daquela noite em que a terra não parava de balançar nos forçando a ficar fora de casa e tantas pessoas nos ofereceram o que tinham, cobertor, um espaço para dormirmos no chão, comida, ajuda. Hoje já não estou naquela terra, mas parte do meu coração ficou lá com eles.
Não foi somente o terremoto que me fez ver a vida como nunca a tinha visto antes, mas também aquele povo me ensinou uma lição que carregarei para sempre comigo... sorria, você tem vida! Sim, não deixe que as dificuldades, sofrimento e até mesmo a solidão apaguem o brilho do seu sorriso. Sorria, você está viva!

Hoje percebo que preciso aproveitar ao máximo cada oportunidade que aparece diante dos meus olhos, porque eu não sei o que acontecerá em alguns minutos, algumas horas, dias, semanas ou meses. Preciso cuidar daquelas pessoas queridas que Deus coloca diante de mim porque não sei se ainda terei a mesma oportunidade no futuro. O terremoto me fez ver a vida com outros olhos e me fez notar que minha vida é apenas um sopro e ela pode ir embora em um piscar de olhos.
Não perdi alguém próximo, mas tenho amigos que perderam e isso dói para eles. Não perdi a minha casa, mas muitas pessoas perderam. Porém, ainda assim é possível ver o brilho nos olhos dessas pessoas e a esperança de que nem tudo está perdido. Claro que para alguns isso é um pouco mais difícil, mas a vida continua.

Você já agradeceu a Deus por ainda estar viva?
Sorria, você tem vida!

"Ensina-nos a contar os nossos dias para que o nosso coração alcance sabedoria". (Salmo 90:12) 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...